A seda da Paz

Trabalhar para construir um futuro sustentável é um grande desafio e um compromisso a longo prazo. Para nós na Capsula, sustentabilidade é uma jornada que fazemos passo a passo, cada vez que uma coleção nasce.

Na sua essência, as peças requintadas e contemporâneas da coleção outono-inverno 20/21 personificam a forma como a mulher moderna quer viver a sua vida: confortável, elegante e com respeito pelo meio ambiente e pela vida.

Para transmitir essa sofisticação intemporal que nunca passa de moda e, ao mesmo tempo, garantir o compromisso de minimizar o nosso impacto no planeta, a nova coleção nasceu a partir de um dos tecidos mais cobiçados, deslumbrantes e sedutores alguma vez produzidos: a seda.

A descoberta da seda pelo homem é repleta de lendas. Uma dessas lendas conta que, por volta do século 27 a.C., a imperatriz chinesa Hsi-Ling descansava no jardim e, enquanto saboreava o chá da tarde, um casulo do bicho-da-seda terá caído na sua bebida quente. A imperatriz percebeu que, amolecido, o casulo poderia ser desenrolado, formando um fio. Hsi-Ling interessou-se pela arte de criar casulos e levou as lagartas do bicho-da-seda para os seus aposentos reais, onde as protegeu dos sesu inimigos naturais e do tempo, iniciando assim a cultura doméstica do bicho-da-seda.

Lendas à parte, sabemos que, desde a sua origem, a seda é cultivada a partir de bichos-da-seda que subsistem nas folhas das amoreiras, um processo com baixo impacto porque as amoreiras são resistentes à poluição e fáceis de cultivar.

Quando produzida de forma artesanal, a seda tem um consumo de energia quase zero e satisfaz a maioria das diretrizes para produção de tecido sustentável. No entanto, embora a seda seja uma fibra natural e possa ser cultivada de maneira sustentável, a sua produção esbarra com questões éticas, sendo muitas vezes criticada pelo tratamento controverso dos bichos-da-seda.

A seda convencional é feita através da fervura dos casulos intactos e posterior desenrolar do cordão de seda em bobinas, mas a chamada seda orgânica ou “seda da paz” deixa o bicho da seda viver o seu ciclo de vida completo.

Atualmente, as nossas peças de seda são fabricadas com 94% de materiais de materiais de origem sustentável. O único componente adicionado é o elastano. Uma pequena percentagem, suficiente para evitar a deformação da peça ao longo do tempo de uso.

O nosso objetivo é que todos os nossos artigos sejam fabricados com 100% de materiais de origem sustentável. Até lá, vamos continuar a trazer-lhe coleções “non-seasonal”, com o objetivo de apresentar durabilidade, utilidade e conforto de uma forma contemporânea, enquanto continuamos a trabalhar para tornar a nossa coleção ainda mais sustentável.

PARA O TOPO