A fibra ancestral amiga do ambiente

Em sintonia com a nossa missão de cuidar do mundo em que vivemos e das pessoas que nele vivem, o uso de materiais obtidos a partir de fontes sustentáveis é uma premissa vital nas criações da Capsula.

Na coleção primavera-verão 2020, o papel principal pertenceu a uma fibra natural com uma história milenar, que combina resistência, respirabilidade e requinte. Conseguiu adivinhar? Se disse linho, então acertou em cheio.

Com características muito únicas, como a sua aparência rústica e durabilidade, o linho foi a escolha óbvia para as propostas da Capsula para a época estival.

Além de ser uma das matérias-primas mais adequada aos dias mais quentes, pela sua leveza e respirabilidade, que promovem uma excelente sensação térmica e saúde da pele, o linho é uma fibra natural que combina qualidade e respeito ambiental.

Há pelo menos 8 mil anos o homem faz uso desta resistente e versátil fibra. Ela tornou-se célebre no Egito, onde passou a ser cultivada em grande escala sendo utilizada para diversas funções: velas de barco, tendas, cerimónias religiosas e especialmente nas bandas para mumificação.

Para além do destaque que teve e continua a ter na história da humanidade, este material nobre também se destaca na produção e consumo de uma moda mais sustentável.

Se cultivado de forma artesanal, o linho é uma fibra 100% sustentável. No cultivo orgânico o linho é colhido manualmente, sendo arrancado desde a raiz, de forma a aproveitar a planta em todo o comprimento.

Depois de apanhado, é ripado, processo em que são separadas as sementes, curtido e macerado, etapa em que a cola natural que une as fibras da planta precisa ser retirada.

À maceração, segue-se a secagem ao ar livre, que garante que a fibra mantém as suas qualidades naturais e garante também um menor gasto de energia elétrica, visto que não são utilizados secadores industriais.

A última etapa é o processo de sedagem. Nesta etapa, as fibras são selecionadas pelo artesão que desmancha os fios com a ajuda de agulhas, separando as fibras longas das curtas. As fibras longas são o linho propriamente dito, e que ainda passará por diversos processos, como fiação (transformação da fibra em fios) e o tear (a criação do tecido).

Com baixa irrigação para cultivo, sem o uso de quaisquer produtos químicos com zero resíduos ou subprodutos prejudiciais e sem desperdício, visto que toda a planta biodegradável pode ser usada, o impacto ambiental da fiação e tecelagem do linho é virtualmente zero.

Para além disso, a sua resistência e versatilidade aumentam a vida útil das peças, evitando que tenham um ciclo de vida curto e terminem rapidamente em aterros sanitários, com as consequências nefastas que isso traz para o nosso planeta e todos que nele habitam.

Na coleção primavera-verão, o linho apresentou-se numa palete de cores delicadas e com detalhes de linhas puras e adaptáveis a todos os momentos do dia. Em cada peça, uma sensação de bem-estar e calma, mas também subtileza e elegância intemporais, que transmitem uma autenticidade e pureza verdadeiramente genuínas e reforçam a ideia de um estilo de vida mais natural.

PARA O TOPO